LEONEL ALBERTO

Membro

Fotografia de LEONEL ALBERTO
Offline
Última vez online: há 18 horas 10 min atrás
Membro desde: 02/08/2016 - 23:13
Pontos: 140

Género

Cidade

Estatísticas do membro

  • user: LEONEL ALBERTO
  • Conteúdos: 70
  • Visualizados: 6012
  • Comentários: 0

Conteúdo

 

SE MEUS OLHOS...

~~SE MEUS OLHOS…

Se meus olhos não m’ enganam,
Sempre que olho pra ti,
Dizem, que os teus me amam,
Será isso, que eu senti?

Género: 
 

CERTA MELODIA

~~CERTA MELODIA

Para escrever poesia,
Precisas sentir no ar,
Uma certa melodia,
Que nem todos sabem escutar.

Género: 
 

OUTRO DESTINO

~~OUTRO DESTINO

Longe de ti, não há sol, não há luar,
Só vazio de ternura em cada espaço,
Como olhos duma estátua a olhar,
À espera que lhe deem um abraço.

Género: 
 

RECORDAÇÕES

~~RECORDAÇÕES

Como recordo, ainda, a primavera,
Quando já despontava a puberdade,
Em que tudo ‘ inda era uma quimera,
Que se confundia com a verdade.

Género: 
 

BEIJA-ME

~~BEIJA-ME

Dá-me um beijo, como se amanhã
Os nossos lábios não se encontrassem,
E esses belos lábios de romã,
Como funérea campa se fechassem.

Género: 
 

ANDO MAL

~~ANDO MAL…

Ando mal com meu amor,
E já não sei o que faça,
Com ela, ando melhor,
E ela sem mim não passa.

Género: 
 

SE A SAUDADE

~~SE A SAUDADE…

Se a saudade matasse,
Quem escreve estava morto,
E tudo que aí contasse,
Não servia de conforto.

Género: 
 

EU

~~EU

Eu sou aquele,
Que viu o sol s’ ocultar,
Que viu as nuvens passar,
E minha alma expectante
Sorriu, naquele mesmo instante,
Que sentiu teu palpitar.

Género: 
 

BUSTO DE MULHER

~~BUSTO DE MULHER

Tenho um busto de mulher,
No lugar onde eu escrevo,
Parece que a ninfa quer,
Que a provoque, mas não m’atrevo.

Género: 
 

BONECA DE PORCELANA

~~BONECA DE PORCELANA

Tens, em ti, aquela graça,
Aquele íman natural,
Posas como quem abraça,
Num abraço divinal.

Género: 
 

DESEJO

~~DESEJO

Vives nos confins da Terra
No outro lado do mar,
A boca um sorriso encerra,
Tão vago como teu olhar.

Género: 
 

QUE MISTÉRIO

~~QUE MISTÉRIO

Nos teus olhos vi o mar,
Vi o céu e o inferno,
Vi-os, por vezes, chispar,
E outras, com olhar terno.

Género: 
Subscribe to Conteúdo
Top