Rafael Franca

Membro

Fotografia de Rafael Franca
Offline
Última vez online: há 3 anos 3 meses atrás
Membro desde: 28/04/2016 - 10:08
Pontos: 50

Género

Data de Nascimento

14 de Outubro de 1996

Cidade

País

Sobre mim

Quem disse que os homens nao sentem ou procuram amor , na verdade eu vejo em mim tudo isso .Tudo aquilo que a sociedade assume como algo perturbador ou sinal de fraqueza ,é simplesmente a vontade de amar .

Estatísticas do membro

  • user: Rafael Franca
  • Conteúdos: 25
  • Visualizados: 25285
  • Comentários: 0

Conteúdo

 

Perde-te em mim

(...)"Perdi-me no teu sorriso , só para que mais tarde me possa encontrar nos teus braços" foi o que os olhos dela disseram quando a boca não teve capacidade de o fazer .

Género: 
 

Teatralmente sais de cena

(...) A vida é um teatro na qual representar nunca poderá ser uma opção .

Género: 
 

Alma Gemea

(...) Ficas tão linda a dormir , pousas a cabeça no meu peito e secretamente sorris , que esse seja o segredo mais bem guardado do mundo .

Género: 
 

(a)Mar

(...) O mar faz-me lembrar de ti ,a ondulação transmite-me o teu corpo inexistente .

Género: 
 

Forget

Género: 
 

Atitudes deixam de ter precisam quando realmente são precisas

(...) O comboio passou mesmo ao teu lado , mas tu inquieta e sempre senhora do seu nariz nem olhaste , nem te importaste se serias ou não feliz , simplesmente vagueas-te por esse mundo a que chamas

Género: 
 

Eu estou aqui e tu ? #1

(...) Talvez um dia nos voltemos a achar no mundo onde nos perdemos .

Género: 
 

Egocentrismo

(...) é tão bom ser egocêntrico quando o teu mundo gira a volta de outro alguem , é esse o prazer de ser egocêntrico , achares que o mundo gira a tua volta , sabendo que queres girar a volta do mun

Género: 
 

Borboletas

(...) NUNCA! Ao beijar-te hoje ao final do dia nunca me tinha sentido assim, daquela forma. De novo eu senti aquelas borboletas no fundo da barriga . Senti-as a arrepiar a espinha.

Género: 
 

Eu estou aqui e tu ?

"Não é por te odiar que não te amo " sim chego mesmo a odiar-te , mas ao mesmo tempo consigo amar-te cada vez mais .

Género: 
 

Linha da frente

Género: 
 

Perde-te

(...) Posso achar que decidiste partir por te teres cansado da rotina que o nosso amor assumiu como parte dele, mas na verdade foste tu quem deixou que a rotina te conduzisse sem sequer te lembrare

Género: 
Subscribe to Conteúdo
Top