Trago em mim dentro

 

Trago em mim dentro

Português

Trago em mim dentro
O que eu quisera ter, 
Antes de não ter desejos
Meus, mas doutros,

Trago em mim dentro,
A valência do átomo,
Todavia não admito,
A falência dos deuses,

Sigo o pensamento
E a sua presença
Une-me ao invisível,
Como um súbdito

Do instinto que uso,
A aparentar um brilho,
Que só a mim seduz 
E deslumbra, lembra

A luz, gela alma e corpo,
Sem ser de frio, admirável
E doce incesto,
Trago em mim dentro,

Passos em mim sinto,
Todos partem sem pressa,
Passos percorrem distancias,
Menos eu que eles,

Que temo ficar parado,
Sem passos mais pra dar, 
...Ânsias que em mim ficam,
Distancias em meu longe, 

De andar tão perto,
Tão só eu, constante quanto
O pedido de socorro, 
De um funâmbulo teimoso. 

Joel Matos 03/2019
http://joel-matos.blogspot.com

Género: 

Comentários

.

.

.

.

.

.

Top