Poesia Visual

 

BUDEICIDADE

Não têm medo que humanidade
Acabe, que não nasçam budas e santos:
Têm é medo de morrer e do desapego
Total, morte e desapego que é budeicidade !
.

Género: 
 

IGUALDADE

Conhecer é definir; ser é fazer;
Sonho é realidade; ver é tocar;
Inconsciente é consciente; parcial
É totalidade; prosa é versejar.
.

Género: 
 

RENASCIMENTO

A mente que sabe ser uma com
Tudo, todo o ser é pacífica, sem
Desejo, sabe que não lhe falta nada
Nem nada lhe sobra. É feliz, é grada.
.

Género: 
 

Aquarela

 
 
Quero pintar uma tela com
Género: 
 

VERDADE TOTAL

Matar é morrer; respirar
Superficialmente é não viver;
Vida precisa tanto da morte
Como bem estar do mal estar.
.
Se nenhum ser matar acaba de todo

Género: 
 

INSPIRAÇÃO

Inspirar não é controlar
Que inspiração é liberdade,
É motivação, é sintonia,
É repetição, é criatividade.
.
Lembrarmo-nos dos ausentes

Género: 
 

CUIDADO(A)

Somos mesmo a água que cai ou
Não cai, o escuro e o luminoso(a),
O(a) guarda chuva, a terra, o ar,
O céu aberto, o cuidado(a), o amoroso(a)…
.

Género: 
 

ÓBVIO

Tão simples: quem não mata não
Morre nem (re)nasce, vive eternamente,
Que é viver sem ego o presente,
Respirar profundamente continuadamente.
.

Género: 
 

(DIS)CONCORDÂNCIA

Nem quebrando nem nos apegando
À tradição por mais importante
Que seja. Ou, de tão importante
Que é não pode ser levado(a)
Demasiado a sério.
.

Género: 
 

Felicidade e Ilusão

 

 

 

Género: 
 

YIN-YANG

Num momento(a), só um(a) vista(o),

Momentos… depois o um e a uma

Vistos(as) e não vistos

que é dualismo machista.

.

Não é possível yang sem Yin

Género: 
 

PRESENÇA

Inapropriado é tudo o que compromete
Ou não promove a libertação, a salvação,
O bem estar de todos os seres sencientes.
Compreender isto é do inapropriado a libertação.

Género: 
Top