Noélia Maria Ataíde

Membro

Fotografia de Noélia Maria Ataíde
Offline
Última vez online: há 2 anos 10 meses atrás
Membro desde: 10/11/2015 - 00:19

Género

Data de Nascimento

23-01-1951

Cidade

Sobre mim

É isso aí...sobre mim é de quem vou falar nos meus textos.... é só ler...

Estatísticas do membro

  • user: Noélia Maria Ataíde
  • Conteúdos: 37
  • Visualizados: 113265
  • Comentários: 1

Conteúdo

 

Entrada para a Escola Primária.

No ano em que entrei para a Escola, contava o meu pai que a legislação tinha mudado.

Género: 
 

Os meus números de circo.

~~
O CIRCO (ainda nos meus 5 anos de idade, quase seis).

Género: 
 

Papel higiénico, o que é isso?

~~
Poço Barreto:

Género: 
 

A vingança

~~
A vingança

Género: 
 

Os carrinhos de rolamentos.

~~
Os carrinhos de rolamentos

Género: 
 

Falando de "desgraças"

Falando das desgraças....

Género: 
 

História do Convento onde vivi

~~Curiosidades sobre este Convento onde nasceu a minha irmã Lurdes Maria (texto retirado da NET)

Género: 
 

O convento restaurado em parte

A Igreja e o Convento depois do restauro para se tornar no Posto da GNR e na casa que viria a ser a nossa habitação por uns 2 anos

Género: 
 

O convento restaurado em parte

A Igreja e o Convento depois do restauro para se tornar no Posto da GNR e na casa que viria a ser a nossa habitação por uns 2 anos

Género: 
 

Posto da GNR e Cadeia

Esta foto é mais recente e parece que a Cadeia já não funciona como cadeia, mas o edifício do posto está tal e qual era na altura em que eu lá vivia.

Género: 
 

Como era a nossa casa ´....

~~
Parte lateral e traseira:
 1 e 2 janelas do meu quarto e da minha irmã.

Género: 
 

A prisão de lagos

No meu tempo já não existia a Igreja, no lugar dela havia um cadeia onde eu passava muito tempo com alguns presos que me ensinaram a fazer cestinhas de papel e prata dos maços de tabaco vazios, O p

Género: 
 

Morar de novo num Convento

~~
Mais uma vez fui viver num convento !

Género: 
 

O adeus a Moura

~~Um dia, sem que eu até aí me apercebesse ou pelo menos não me lembro, de terem sido encaixotadas as nossa coisas, apareceu um camião à minha porta ou seja à porta do Posto da GNR para as carregar

Género: 
 

Os meus brinquedos

~~Os meus brinquedos preferidos foram e ainda hoje gosto de bonecas.

Género: 
 

Alegrias e tristezas de uma noite de Natal

~~Alegrias e tristezas de uma noite de NATAL.

Género: 
 

Olé! Heeeeeeee touro lindo!

~~Todos os domingos o meu pai ´dava um passeio de automóvel coma .

Género: 
 

O Jardim de Infância

~~Foi aos 4 anos que frequentei, em Moura, um jardim de Infância, eu e a minha irmã Célia.

Género: 
 

Marcelino pão e vinho

~~
Marcelino Pão e vinho

Género: 
 

Os irmãos perdidos

~~Na altura dos meus 4 anos de idade havia muita pobreza. Parece que havia locais onde davam sopa aos pobres e estes tinham de levar uma colher para ir comer a sopa.

Género: 
 

A boneca cor de rosa

~~Um dia houve um assalto a uma ourivesaria, lembro-me tão bem deste acontecimento que me admiro como o consegui fixar aos 4 anos de idade!

Género: 
 

Os passarinhos sem penas

~~
Esta é uma das razões pela qual tenho pavor de um certo animalzinho!

Género: 
 

A casa nova de Moura

~~
A casa nova de Moura

Género: 
 

Chegada a Moura - Baixo Alentejo

Acho que já devia ter os meus 4 anos feitos, não tenho a certeza, mas as memórias embora não sejam tantas como as de Almada, estão bem gravadas na minha memória e pouca coisa do que eu escrever aqu

Género: 
 

Flashs de Almada aos 3 anos

~~Lembro-me de atravessar o Tejo nos "Cacilheiros" e de me comprarem rebuçados embrulhados em papeis coloridos que um homem anunciava gritando:"Cada cor seu paladarrrrrr"!

Género: 
 

O meu avô materno

~~
O meu avô materno ...... (Almada)

Género: 
 

Almada- O meu baptismo.

~~Nunca concordei que as crianças fossem baptizadas sem manifestarem desejo disso , mas eu fui!

Género: 
 

Em busca da pulseira perdida

~~Estavam a construír o Cristo Rei, Almada não tinha tanto prédio como tem agora e era costume as pessoas passearem a pé para ir ver o desenvolvimento de tal Obra, curiosos por saber o que iria sai

Género: 
Subscribe to Conteúdo
Top