PaulaTrigo

Membro

Fotografia de PaulaTrigo
Offline
Última vez online: há 4 anos 7 meses atrás
Membro desde: 26/10/2013 - 13:13
Pontos: 40

Género

Data de Nascimento

12/02/1962

Cidade

País

Sobre mim

Nasci a 12 de Fevereiro de 1962 e apesar de sempre ter mostrado uma certa tendência para gostar de números, confesso que escrever sem que ninguém visse sempre foi um habito, desde miúda.
Nasci, cresci  e continuo a viver perto de Sintra e o que me fez ser sempre uma romântica .

Com vários livros de prosa e poesia publicados, acredito que o meu melhor livro é sempre o ultimo que escrevi.

Meio louca, adoro animais e fotografia.

Gosto de ser feliz...

Estatísticas do membro

  • user: PaulaTrigo
  • Conteúdos: 16
  • Visualizados: 7856
  • Comentários: 8

Conteúdo

 

E...

E resta-me apenas recordar

As palavras bonitas...

A meiguice das tuas mãos...

Os sussurros...

Os gemidos...

As caricias...

 

 

Género: 
 

Preciso

Preciso de aprender de novo

A gritar calada

A chorar sozinha

A bastar-me a mim propria...

Mesmo que morra de dor

Género: 
 

Escrevo

Escrevo para te poder esquecer!

 Parar parar de ver a tua imagem cada vez que fecho os olhos.

Escrevo para parar de pensar em impossíveis...

Género: 
 

Vem

Vem...

Deixa-me sentir-te perto

És uma ausência que pesa

Muito mais do que qualquer presença

Género: 
 

Sonho

O sonho é a utopia

Que me faz viver

E esquecer a vida

Que vivo sem querer

Género: 
 

Tu

Toca-me

Tira de mim todo o prazer que puderes

Encanta-me de novo

E leva-me contigo neste sonho a dois

Género: 
 

Pensamento

O meu pensamento vagueia

Na tua inexistência

Escorrega na areia do que não existe

Numa vida que não vivo

De alguém que não se vê

Mas que em sonhos está lá!

Género: 
 

Não me mintas

Não me mintas...

Não me digas frases doces 

Apenas para eu não ficar triste

Não te afastes ou vou-me afastar também

E esta louca  paixão vai desaparecer

Género: 
 

Preciso

Preciso de sentir de novo o teu calor

O calor do teu corpo junto ao meu

Preciso de sentir de novo

O carinho das tuas mãos rm mim

Género: 
 

Não sei

Não sei amar assim!

Gostar quando sinto falta

Amar de vez enquanto

Sentir quando se está junto

Género: 
 

Não me mandes flores

Não me mandes flores

Porque não se morre de saudades

Não me mandes flores

Porque te esqueceste de mim

Não me mandes flores 

Porque a tristeza não mata

Género: 
 

Neste Inverno

O vento sopra frio neste Inverno

Nesta estação gelada ...

Em que o sol não aquece

Neste gelo, em que o meu coração se transformou

Pela falta que sinto de ti!

Género: 
Subscribe to Conteúdo
Top