Sentimento

 

Sentimento

Português

Breve estrada, tão longa eu percorri

Quimeras mil nela resplandeceram

E os meus olhos choram desventuras calcadas

Nesta imensidão de brumas desbravadas,

Alucinantes dores embriagaram a minha alma

E este eu que me encontra e procura

Nesta realidade que me obscurece

Dá-me a mão e encaminha-me

Para o ser que nas minhas entranhas floresce

E esta vida me padece,

Perdi as memórias do ser que me habita

Sempre procurando a mão,

Que me dê a esperança perdida nos recantos do meu ser

Entontecendo a minha mágoa

Procuro os passos que me levam à vida

Pois apenas nela sentirei e escreverei

estas palavras de encanto perdidas...

Género: 

Comentários

 constante a procura por

 constante a procura por Aquele

Que a mim não curou também.

 constante procura por aquele

 constante procura por aquele

Que a mim também desenhou..

apenas a mim me procuro, na

apenas a mim me procuro, na face do outro...

a face do outro

Top