Luciana Oliveira

Membro

Fotografia de Luciana Oliveira
Offline
Última vez online: há 4 anos 4 meses atrás
Membro desde: 19/02/2015 - 01:47
Pontos: 14

Género

Data de Nascimento

27-07-1975

Cidade

País

Sobre mim

A escrita sempre fez parte das minhas entranhas. Creio que já fazia poemas mentais antes de saber escrever. Assim que aprendi a juntar letras e a compor frases e ideias, foi na poesia que encontrei paz!
Gosto da alma humana e dos seus escondidos recônditos, dos encontros e desencontros, do negro e do claro, dos amores e desamores, … das concavidades mais profundas e das saliências mais altivas que a mente consegue produzir. Tento traduzir isso nos meus poemas: a eterna simbiose em equilíbrio precário!
Gosto de métrica rígida e marcada nos poemas. Da sonoridade e cadência, do limite certo para contar uma história que saia dos limites. E embora adore de poesia de forma livre, sou verdadeira amante de sonetos como leitora, o que se veio a refletir vincada e imutavelmente na minha amadora escrita.

Biografia

Chamo-me Luciana Oliveira. Nasci a 27 de julho de 1975 na cidade de Fafe, onde o verde do Minho roça o castanho transmontano. Aos 19 mudei-me para o Porto e aos 25 para Vila Nova de Gaia.
Sou licenciada em Relações Internacionais e, nunca tendo trabalhado na área, fui saltitando de emprego em emprego à procura da tal oportunidade dourada do mundo do trabalho.
Trabalhei em vários sítios, desde o contact center de uma operadora móvel, a uma casa de câmbios do aeroporto do Porto, passando por um estágio no posto de turismo do Porto, ou pela posse de um bar na marginal de Gaia, entre outras pequenas experiências laborais, tendo assentado, nestes últimos nove anos, no apoio pós venda de um serviço online de complemento ao estudo básico e secundário.
Quando finalmente percebi que não pertencia àquele mundo, com a crise dos 40 e cansada do cinzento estéril do escritório, abri asas e parto à aventura, numa vida ecológica e sustentável, baseada nos princípios da permacultura e do veganismo. Levo na mala a paixão pela poesia.

Estatísticas do membro

  • user: Luciana Oliveira
  • Conteúdos: 7
  • Visualizados: 4739
  • Comentários: 0

Conteúdo

 

Luciana Oliveira "Algemas e Grilhões"

€10.90 IVA incluído

Livro objecto.

2015.

Artelogy.

 

Fel

É um néctar estranho que me dás a provar…
Vil e amargo, deixa-me os lábios manchados.
Encolhe-me a alma, sinto-a azedar
E acidificam-se os meus gritos aterrados.

Género: 
 

Anemia

O teu silêncio é um punho cerrado!

Indiferente, é uma língua que trava!

Contundente, sepulta cada palavra!

Um pecado infame num jogo viciado!

 

Género: 
 

Pretérito imperfeito

Eu queria um par de olhos a despir-me o desgosto,

E um par de mãos a tatear-me o medo,

E uma língua a lavar-me este gosto a azedo,

E uma luz ateada como um fogo posto.

Género: 
 

Falsa guarida

Mais um golo do meu copo meio vazio -

Dormência sagaz do meu desassossego -

Onde afogo a quase vida que silencio,

Onde turvos ficam o pânico e o medo.

 

Género: 
 

Agonia [Parte II]

Na estúpida rotina da vida,
Na roleta de pessoas que se esbarram,
Nos caminhos por onde passo perdida,
Na vigília dos teus olhos que me agarram.

Género: 
 

Agonia [Parte I]

Ando presa a vidas passadas,
A ruínas de memórias turbulentas.
As feridas que julgava já curadas
São cicatrizes rasgando-se, sangrentas.

Género: 
Subscribe to Conteúdo
Top