Ser-se

 

Ser-se

Português

Ser

Meu sangue é meu olhar
Dentro de um grande altar,
Que comemora o viajar
Em cada segundo de ar!

Vivo em permanente certeza
De que tudo flui
Para o bem, um maior Bem
Com imensa firmeza.

Descanso no final
Ao ver a lua,
Lá vem no alto
A contemplar-me como sua.

Corro, corro, corro
Em volta do universo,
E regresso de novo
E assim, alcanço o sucesso.

Regozijo de tão infinita graça!
É a minha inclinação,
Sempre em permanente aceitação
E estimável consideração!

Género: 
Top