Alegria

 

Felicidade

Felicidade,

É sentir-te presente em mim

Sem haver a necessidade 

De que irei receber-te!

 

É amar-te como presente 

Diariamente.

 

Género: 
 

O baile

Baila, baila 

De braços abertos

Em palco de areia e brisa do mar. 

Ora refrescante, ora escaldante!

Solta o riso que está presente

E... apenas bailando!

Género: 
 

FLORES NA JANELA

Percebo as flores na janela
Depois de um longo inverno
Já anseiam pela primavera
E elas, as minha flores 
Valentemente se repetem
Ano após ano

Género: 
 

Amizade

Amizade - É um sentimento sem explicação. Nasce não sei quando e é cultivada no fundo do coração. 

Género: 
 

Esfusiante liberdade

 

Numa noite de luar as estrelas disseram-me

Um dia os homens sonharão,

Com essa tão desmedida liberdade

Que o meu coração sempre albergou

Género: 
 

ROUXINOL CONTENTE

~~ROUXINOL  CONTENTE

Ao romper a madrugada,
Já, cantava o rouxinol
Cantigas à sua amada,
Enquanto nascia o sol.

Género: 
 

Cidade Adormecida

Já e alta madrugada

Estou sozinho na sacada

Estou pensando na vida

Do alto vejo a cidade iluminada

Não há ninguém na rua e na calçada

Género: 
 

Ode à Pipoca

 

“És boa,  boa com'ó milho!!

   Se quiseres faço- te um filho.”

   Senhores deixem-se dessas bocas.

   Digam antes:“ És a melhor das pipocas!”

 

Género: 
 

CEIFEIRA

~~CEIFEIRA

À sombra duma figueira,
Tão fresca e perfumada,
Encontrei uma ceifeira,
Do calor afogueada.

Género: 
 

O CANTEIRO DA JANELA

~~CANTEIRO DA JANELA
Ao subir aquela rua,
Eu vi tanta cara bela,
Mas nenhuma como a tua,
Quando te vi à janela.

Género: 
 

TEU CANTO

~~TEU CANTO

Cantas bem e até m’alegras,
Com esse doce cantar,
As minhas penas são negras,
São difíceis d’enganar.

Género: 
 

O que sou

Não sou perfeita

Nem quero ser.

Não fui a eleita

Pra tudo Saber

 

Gosto de Errar

E de aprender.

Quero é viver!

 

Não tenho pressa,

Género: 
Top