Maria Gonçalves

Membro

Fotografia de Maria Gonçalves
Offline
Última vez online: há 8 meses 2 semanas atrás
Membro desde: 04/09/2015 - 11:45
Pontos: 35

Género

Data de Nascimento

20 de março de 1966

Cidade

País

Estatísticas do membro

  • user: Maria Gonçalves
  • Conteúdos: 17
  • Visualizados: 40064
  • Comentários: 1

Conteúdo

 

Por um verso

Por um verso

Percorro o Universo

Vou ao fundo do Oceano

Ao anel de Saturno

 

Procuro as letras

E as palavras certas 

Faço a uinião

Género: 
 

A minha árvore de Natal

Foi num dia de Dezembro

Que o Sol apareceu

Para aquecer o Inverno

E deliciar o meu olhar

Nesse dia vi

A mais bela árvore de Natal

De tronco robusto

Género: 
 

Meu sonho

Meu sonho é de linho

De fragrâncias inebriantes

Que me levam em viagens exuberantes

Bem para além da imaginação

 

Meu vestido de cetim

Género: 
 

Saudades

Saudades

Meu amor

Do quarto iluminado

Pela luz da paixão

 

Tocando nossos corpos

Despidos do quotidiano

No leito macio

Género: 
 

Meu melhor amigo

Descobri hoje

Num momento de consternação

Que o meu melhor amigo

É uma criança

 

Aconteceu encontrar

Neste pequeno ser

Esta forte ligação

Género: 
 

Vive a Vida

Vive a vida

Em carrossel

Agitando as inseguranças

Abraçando os medos

 

Pede que nunca pare

O turbilhão de emoções

São eles que te fazem vibrar

Género: 
 

A Folha

Num passado distante

Relembro com emoção

Uma folha de cor verde

Que pousou na minha mão

 

E é ao sabor do vento

Que essa folha de cor verde  

Género: 
 

Hoje desejei pintar a minha vida

Hoje desejei pintar a minha vida.

Peguei em folhas brancas e num lápis de carvão. Pensei… a minha vida deve ser colorida então troquei o lápis de carvão pelos de cores.

Género: 
 

O mundo nos ombros

Hoje carrego o mundo nos ombros

Cansa o andar, o falar, até o olhar

Pesa a dor no peito e custa respirar

Não alcanço a paz, nem amorteço a dor

 

Género: 
 

Dá-me flores

Dá-me um ramo de margaridas

Para as poder contemplar

Para o tempo parar

E as feridas sarar

 

Dá-me um ramo de rosas

Com espinhos a picar

Género: 
 

A Alegria da Vida

Vejo a alegria da vida

Na simplicidade de uma flor

Na ternura de um gesto

Na força de um sorriso

 

Vejo a alegria da vida

Nas pétalas de uma flor

Género: 
 

Amor perdido

Numa noite de despedida
Olho o teu rosto com carinho
Mas que nunca ninguém diga
Que um amor perdido
É um amor esquecido

 

Pois é na escuridão da noite

Género: 
Subscribe to Conteúdo
Top