Error message

The MailChimp PHP library is missing the required GuzzleHttp library. Please check the installation notes in README.txt.

António J. S. Duarte

Membro

Fotografia de António J. S. Duarte
Offline
Última vez online: há 2 anos 1 mês atrás
Membro desde: 11/11/2013 - 00:40
Pontos: 11

Género

Data de Nascimento

21/08/1963

Cidade

País

Sobre mim

 Olá, o meu nome: António José Serra Duarte . Nasci no Tortosendo – Covilhã e fui criado em Seia, Serra da Estrela; onde vivo actualmente. Sou escritor de dom: Desde sempre, na minha vida, adoro escrever e escrevo como teimosia; toda a minha vida batalhei, trabalhando aqui e ali para sustentar o corpo, privando-me das coisas que ocupam os seres humanos, como os prazeres do conforto; porque a minha dedicação à escrita leva-me para a solidão, ao enorme prazer de me sentir liberto das presenças ocupadas.

  Poderia escrever o suficiente para me identificar como um louco; um louco pela própria natureza de o ser; ou, um sonhador que transporta para as páginas e constrói a imagem a partir do sangue, com tinta... Bem, por agora apresso-me, pois que «meus filhos gritam por mim na prateleira» mas, logo que o tempo me disponibilize voltarei com garra para que possais sorver o quanto me dou; isto, se a cabeça da culatra não der trabalho ao precutor. KKKK Abraço.

http://www.osolhosdaserra.blogspot.com.pt 

Biografia

Ainda não preparei os estribos, para me equilibrar na balança dos atinados mas, os conteúdos tratarão de me apresentar.

Peço perdão: Pois que... Mais tardar... Até lá: Talves que ainda me controle o suficiente para falar de mim.  

http://www.aguasdosolhos,blogspot.com.pt

Estatísticas do membro

  • user: António J. S. Duarte
  • Conteúdos: 5
  • Visualizados: 3219
  • Comentários: 3

Conteúdo

 

“Para lá de Mim…”

      

Largarei uma voz que se ilumine

Sobre os contornos da minha Alma;

Para que o tempo, em mim, jamais termine

Género: 
 

“Crédito primeiro”

  

Digo-te pois, ò festa dura de subir

Que buscas e não achas, ainda que dia…

Acordes te ensinem, dessa alegria;

Onde se encontra e não podes ir…

 

Género: 
 

“Ultraje”

 

 

Como podereis vós crer!!?

Se recebeis, dos andrajos, alegrias e glórias;

Honras e sobejos, vozes e memórias…

Género: 
 

És Fado e Vida

 

Ah! ... Esse pousar de palavras

Esse singrar de partilha

Derramando nos olhos:

Vontades e fábulas;

E no coração:

Facto, bendiga…

Género: 
 

"Perto do Céu"

 

Nasci na Serra, filho da Estrela

Do granito; de xisto não tenho nada…

Tendo, nos olhos, a cor, a Mãe mais bela

Nesta minha Alma de silêncios gerada

 

Género: 
Subscribe to Conteúdo
Top