Primary tabs

Guerreira Xue

Membro

Guerreira Xue's picture
Offline
Last seen: 4 years 1 month ago
Joined: 04/09/2015 - 18:52

Gender

Data de Nascimento

24 de Agosto de 1960

Country

Sobre mim

Sou um pouco de cada coisa, misturada com aquilo que como todo dia, e que vejo e sinto, leio e vivo.Trago algumas tristezas na bagagem, mas também carrego um bocado de esperança bem escondidinha para dias de grandes dificuldades. Sou mais baixa que gostaria, mais burra que queria, e mais velha que pareço...
Sou o que sou e nem poderia deixar de ser.

Biografia

Guerreira Xue é Hilda Milk,
uma escritora das redes sociais desde 2009 e desenvolve seu trabalho em blogs e grupos onde dá destaque a literatura atual, incentivando novos escritores.

https://www.facebook.com/pg/GuerreiraXue
https://plus.google.com/u/0/+guerreiraxue
https://twitter.com/GuerreiraXue
https://www.amazon.com/Guerreira-Xue/e/B01HAB7JVO
www.pensador.com/autor/guerreira_xue

Estatísticas do membro

  • user: Guerreira Xue
  • Conteúdos: 60
  • Visualizados: 142803
  • Comentários: 2

Conteúdo

 

A ÁRVORE E O VENTO

De todo tempo que tenho
Eu sempre morei aqui
Com raízes pegadas ao chão
Espalhadas...
Sem que jamais saísse do lugar
Mudei tanto que quando percebi

Type: 
 

PRIVILÉGIOS DA EXISTÊNCIA

Para as memórias futuras
Pois não quero disso me esquecer
Gravo aqui essas palavras, no teu peito
Porque meu pensamento é simples
E marcado pela pouca experiência

Type: 
 

A PALAVRA PODEROSA

O poder da palavra vai além 
Da bala de metralhadora, 
Ela grita mais alto
Que a bomba. 

Explode e não mata.

Type: 
 

CASTELOS DE AREIA

O dia estava bonito
E ela sentada na areia
Construindo um castelo
Sonhando
Sabe-se lá com o que
Não vê o mar
Não olha o horizonte

Type: 
 

O AMOR E O JOGO

No jogo sentido das palavras
Sejam elas sussurradas
Ou gritadas,
O amor em geral aparece
Como explicação,
Na lógica da humanidade

Type: 
 

QUEM SABE SE...

Quem sabe se
Um grande amor me acontecer
Não que estivesse eu a buscar
Tampouco saberia direito o que fazer
Restando-me o simples amar

Type: 
 

JÁ É MADRUGADA

Aqui já é agora
Madrugada
E o sono que não chega
Escuto longe o galo cantar
Prenunciando
Mais uma alvorada
Avisando
Que é hora de levantar

Type: 
 

A LENDA

Reza a lenda que
Nos tempos do longínquo passado
Deus andava pelos mundos,
Deixando seus rastros por todo lado,
E de suas invisíveis pegadas

Type: 
 

ESQUECIDO

Onde estou agora?
Que meus sonhos vão perdidos 
As minhas esperanças jazem mortas
Os amores esquecidos
Não há mais caminhos
Só andrajos e palavras vazias

Type: 
 

HOJE ESTOU SÓ

Hoje estou só
Caminha comigo estranho, vamos ver o mar
E amar as ondas deixando nossas marcas na areia
Me de a mão, não se perca de mim

Type: 
 

O SILÊNCIO

O silêncio o que é?

É um mel
Um fel
Um corcel
Cruel
E infiel

O silêncio é paisagem
É o ar
O mar
É Amar
E acalmar

Type: 
 

PRIMEIRO BEIJO

Sonhei que te beijava de um jeito especial
diferente
E nosso beijo tinha um gosto de saudade 
uma angustia fremente

Type: 
 

EU ME LEMBRO

Eu me lembro
Quando éramos crianças
Que andávamos pelas pontes
Corríamos atrás do trem
E escalávamos os montes

Type: 
 

SE

Se...
A corrupção não fosse generalizada
Não haveria fome no mundo
Nem as guerras
Ou crianças abandonadas

Type: 
 

A MULHER E O MAR

Quando estou triste, penso no mar
Se minhas lágrimas escorrem rosto abaixo
Ainda penso eu, no mar
Que derrama suas águas sem medos
Esse que ora alto, ora baixo 

Type: 
 

CHOVIA

Hoje acordei pensando em ti, e ao abrir a janela 
O dia estava chuvoso, mas quem liga
Rindo atoa, eu peguei o meu casaco
Abri o guarda chuva e fui te encontrar

Type: 
 

MUDANÇA DE ESTAÇÃO

Em tempo de mudança...
A terra se recolhe em descanso secreto
E as folhas são levadas pelo vento 
Aquelas que não voam, jazem agora 
Espalhadas pelo chão

Type: 
 

PELOS CAMINHOS DO VENTO

Eis-me aqui dividida em versos. 
Escrevendo a vida aos pedaços
Remoendo velhos poemas dispersos
E se acaso não houver nestes, tanta paixão 

Type: 
 

A CASA DO MUNDO DORME

No silencio da hora, a casa do mundo dorme
E o coração acomodado, bate devagar e desatento
Que nem a tartaruga ou o relógio, são tão lentos

Type: 
 

HISTÓRIA ANTIGA

Nos caminhos da memória
Ainda escuto o vento bater na janela
E o passado parece retornar
Reavivando uma antiga história
A casa que um dia foi bela

Type: 
 

ENCANTO

Encante com o teu canto
Em cada canto

Em cada estrofe 
Em cada pranto

Encante o mar
E faz ele voltar

Encante a brisa
Faz o tempo parar

Type: 
 

GRANDE PÁSSARO

O sol se foi, e eis que a noite aparece
O pensamento, que andou o dia distante
Agora chega mais perto
Como que fosse um grande pássaro
A espera de alguém para pousar

Type: 
 

ONDE HABITA O NADA

 

Onde habita o nada
A terra é seca
A água é parada
O céu não tem cor
Não sopra o vento
E não tem estrada

Type: 
 

HORÁCIO

Hoje trago em mim essa alma incontida e desmesurada
Onipresente em todo lugar que eu muito desejo estar

Type: 
 

HOJE EU QUERO VOLTAR / TODAY I WANT BACK

... Porque já andei para longe de mim tantas vezes

afastei-me por um tempo de coisas desnecessária

no entanto aproximei-me de outras mais

Type: 
 

ELES CHEGARAM/ THEY ARRIVED

Eles chegaram,
e junto trouxeram suas armas
se fosse o caso de matar 
um preço razoável pela conquista
da bela terra, do ar, das matas
e do mar.

Type: 
 

QUANTAS VEZES/ How many times

Quantas vezes subimos o monte
e ali do alto, perto das nuvens
contemplando as distancias
encerrados em nós, choramos
diria eu, um ato necessário

Type: 
 

Meu Lugar/ My Seat

Existe um lugar que talvez, eu possa ir.
Nem sei, se um dia chego
Lá uma flor está a minha espera
E quando eu a olhar
Ela vai logo se abrir

Type: 
Subscribe to Conteúdo
Top