Roberto Armorizzi

Membro

Fotografia de Roberto Armorizzi
Offline
Última vez online: há 1 mês 1 dia atrás
Membro desde: 16/05/2015 - 03:21
Pontos: 99

Género

Data de Nascimento

14 de maio de 1950

País

Sobre mim

Sou artista plástico, poeta, músico e viciado em leitura. Só sinto não poder ler todos os livros que existiram, existem e vão existir. Poderia falar mais sobre mim, mas não sou egocêntrico (pelo menos, penso que não).

Biografia

BIOGRAFIA SIMPLIFICADA

ROBERTO ARMORIZZI, artista plástico, poeta e músico. Graduado em Direito, pós-graduado em Psicanálise e Religião, Teoria Psicanalítica, Psicologia Junguiana, Arteterapia, Docência do Ensino Superior, Arte e Cultura e Fotografia. Formação em Psicanálise Clínica. Master of Clinical Psichology. Pós-graduando em Arte Sacra. Livros publicados: O Sentido Numinoso do OVNI: Fábrica de Livros – Maenatu: Fábrica de Livros – Poesiformas: Corpos Editora – Meu Anjo Lilás: Clube de Autores. Participações em antologias de poesia e de prosa, sendo as mais recentes: Concurso Nacional Novos Poetas-CNNP e Poetize, também CNNP. Participações em livros e revistas sobre arte. Exposições de pintura no Brasil, com premiações, e no exterior.

Estatísticas do membro

  • user: Roberto Armorizzi
  • Conteúdos: 49
  • Visualizados: 21342
  • Comentários: 1

Conteúdo

 

ORAÇÃO

 

Louve a Deus, que amor é bom,
louve o bem, que amar é Deus,
nada é sem, amor é com,
louve, amor não diz adeus.

Género: 
 

DESEJO DE DESEJO (res nullius)

 

 

Pode ser que seja,
ou, então, não seja,
pode ser que esteja,
ou, até, não esteja,

Género: 
 

CAVALGANDO NA PRAIA

Género: 
 

ALTERIDADE

O tudo, sem partes,
intensifica-me;
o todo, em partes,
significa-me.

Género: 
 

UMA HISTORINHA FICTÍCIA, É CLARO, SOBRE EVOLUÇÃO

Em um tempo, que escapa à nossa memória, existiu um cãozinho vira-latas, que ficava o tempo todo no portão, latindo para as pessoas que passavam. Ele até sonhava, um dia, ser gente. Mas essas.

Género: 
 

PELO RUMO DO TEMPO

 

Num caminho, sem parada,
sou, do tempo, seguidor,
onde "o ser, no tudo e nada",
é relativizador,

Género: 
 

TRISTE BUSCAS POR RIMAS (quando tento pensar com os olhos)

 

Vejo 
e não olho,
escolhos,

olho
e não vejo,
desejos,

olho
e molho,
os olhos,

Género: 
 

CROQUI

Género: 
 

VENÇAS E OUVINÇAS

Teria ouvido, sem antes ver,

mas meu ouvido não ouve-me,

eu quero ver, mas nem mesmo vi,

Género: 
 

TERESA

 

 

Vejo alguém em frente à mesa,
a comer belas cerejas,
de sabor "não engordar",

 

Género: 
Subscribe to Conteúdo
Top